Atlântico perde para a ACBF mas mantém posição de classificação no Gaúcho de Futsal

Jogadores e técnico lamentaram revés em casa e salientam importância de buscar pontos fora para chegar à classificação para a próxima fase 

Não deu. O Atlântico APTI URI Erechim não conseguiu o objetivo que queria diante da ACBF na noite desta quinta-feira. Em jogo bastante equilibrado e mesmo reagindo no final, o Galo perdeu para a equipe de Carlos Barbosa por 3 a 2.

O resultado no entanto, mantém o time na zona de classificação do Grupo 2. O Galo é segundo colocado com seis pontos, apenas um a menos que a ACBF. Nesta fase, os dois melhores garantem passagem para as semifinais da competição.

O treinador Paulo Mussalém lamentou a derrota e disse que a equipe esteve aquém do esperado na primeira etapa. “Esta derrota passa pelo nosso primeiro tempo, onde, principalmente nos primeiros 10 minutos, tivemos dificuldades para jogar. Agora é passar a trabalhar para o próximo jogo, outra vez contra eles, lá em Carlos Barbosa, onde teremos que ter outra atitude, para fazer um bom jogo”, salientou.

O ala Everton foi goleiro linha em parte da segunda etapa. “Infelizmente não conseguimos o resultado que era esperado, e agora vamos ter que buscar nos próximos três jogos e nossa classificação”, apontou.

Atlântico e ACBF voltam a se enfrentar na sequencia da competição, em jogo que ainda depende de oficialização de data.

O jogo

Em quadra, nesta quinta, Atlântico e ACBF lutavam diretamente pela liderança do Grupo 2, na segunda fase do Estadual. O time de Carlos Barbosa conseguiu sair na frente, aos 3min17, com Kevin.

Menos de um minuto depois, Everton empatou a partida, em jogada ensaiada de falta. Aos 8min14, no entanto, a ACBF reverteu o placar e ficou à frente mais uma vez, quando Murilo marcou o gol.

O ala Lucas entrou no jogo e deu outra atitude ao time de Erechim. Aos 13min18, ele mesmo teve ótima chance para marcar, mas Gian defendeu. Pouco depois foi a vez de Bagatini exigir ótima defesa do goleiro de Carlos Barbosa. E o primeiro tempo terminou mesmo em 2 a 1 para a ACBF.

A segunda etapa começou bastante equilibrada. Apesar de os dois times buscarem o gol, a marcação de ambos se sobressaia. Aos 10min51, Denner recebeu na direita e chutou cruzado para fazer 3 a 1 para a ACBF.

Na parte final da etapa, o treinador Paulo Mussalém passou a colocar em quadra, Everton, como goleiro linha. E aos 15min18 o próprio Everton exigiu ótima defesa de Gian. Aos 18min20, outra vez Everton chutou e bola desviou na defesa quase entrando.

A 18min30, outra oportunidade do Galo, que Café chutou e a defesa tirou em cima da linha. Pouco depois, pênalti do goleiro Gian em Hector. Jonathan bateu e descontou para o Galo. Apesar da pressão final, onde Café chegou a cabecear na trave, o Atlântico não conseguiu chegar ao empate.