Em grande clássico gaúcho, Atlântico empata na prorrogação e se despede da LNF

O Ginásio Sérgio Luiz Guerra, de Carlos Barbosa, foi o palco de um grande jogo digno de Liga Nacional de Futsal. Após vencer em casa, no jogo de ida, o Atlântico foi até a casa da ACBF decidir as quartas de final da LNF.

O clima foi de clássico do início ao fim. As duas equipes entraram em quadra muito competitivas, tocando a bola e em busca de cavar o primeiro gol o mais breve possível. E foi quase na metade do primeiro tempo que Rick abriu o placar para o Atlântico, 1 a 0. Com 16 minutos de jogo, Dener fez o gol de empate e um minuto depois, o Galo estourou o limite de faltas onde Fernando marcou de tiro livre.

Apesar de muito equilibrado, o Atlântico foi superior em muitos momentos. Mas, o primeiro tempo encerrou com ACBF 2×1 Atlântico

Segundo Tempo

O Galo voltou do intervalo mais centrado, mantendo mais a posse de bola, e usando o goleiro Tiago em muitas jogadas. Com 4 minutos, Suelton marcou o gol de empate para o Galo, mudando os rumos da partida.

Ambas equipes insistiram muito, Tiago e Pedro foram grandes personagens desta etapa, realizando grandes defesas. Com o empate, o Atlântico garantia a vaga na semifinal, mas como clássico é decidido nos detalhes, faltando 17 segundos para o encerramento da partida, Richard chutou, na defesa do goleiro Tiago, Allan pegou o rebote e na tentativa de chutar para fora, empurrou a bola para o fundo da rede. Com a vitória da ACBF por 3  a 2, a partida seguiu para a prorrogação.

A torcida do Galo, mesmo não podendo estar presente no ginásio, fez a sua parte em casa e apoiou a equipe através das redes sociais, mostrando a força da torcida rubro-verde.

Prorrogação

A prorrogação de dois tempos de 5 minutos cada, trazia vantagem para ACBF no empate. O Atlântico chegou com muita garra nas duas etapas, atuando com Lucas como goleiro linha e pressionando a equipe da casa.

Teve emoção a cada segundo de jogo, e foi aos 4 minutos da prorrogação que Allan com um baita chute marcou o gol do Galo,  1 a 0. Novamente, poucos segundos antes do fim da etapa, a ACBF empatou com Bruno.

O Galo já havia estourado o limite de faltas ainda em tempo normal, e precisou jogar com mais cautela, mas sem perder a garra e se demonstrou guerreiro até o fim. Com 3 minutos do segundo tempo da prorrogação, Atlântico gerou tiro livre para a equipe da ACBF, João Paulo entrou e como um gigante, demonstrou a força da equipe erechinense defendendo o chute de Fernando.

Mesmo com a persistência, o jogo terminou em empate de 1 a 1, o que deu a vitória para ACBF por ter realizado a melhor campanha na primeira fase.

O Galo se despede da LNF 2021 como um gigante e agora de olho nas quartas de final do Gauchão de Futsal que ainda não tem data definida.

Fotos: Ulisses / Assessoria ACBF