Lucas diz que Atlântico não pode pensar em vantagem contra a Assoeva

Para ala, equipe erechinense tem que manter postura de jogo como se não houvesse vantagem

Está chegando a hora. Neste sábado, dia 28, o Atlântico APTI URI Erechim vai à Venâncio Aires para enfrentar a Assoeva, no segundo e decisivo jogo pelas semifinais do Campeonato Gaúcho de Futsal – Série Ouro.

Vitorioso em casa, o Galo de Erechim leva consigo a vantagem de poder empatar a partida deste sábado, para ir à grande final da competição. O ala Lucas destaca que a equipe não deve entrar em quadra com o pensamento da vantagem. “Temos que jogar o jogo, como se não houvesse vantagem. Se tudo se encaminhar como queremos, talvez no finalzinho podemos pensar em vantagem, mas até lá vamos ter que jogar, e muito para conquistar esta vaga”, aponta o jogador.

Ele salienta ainda que a equipe está bastante mobilizada para esta decisão. “Nossa expectativa é a melhor possível. A equipe está trabalhando muito forte, dedicada para conseguir o resultado que precisamos em Venâncio Aires. Acredito que estamos um bom momento, temos que aproveitar o crescimento que tivemos neste segundo semestre e tenho certeza que com empenho de todos vamos conseguir a classificação”, completa Lucas.

Atlântico e Assoeva fazem atualmente um dos mais importantes clássicos do futsal gaúcho. Os dois times tem conseguido se manter entre as principais forças do salonismo estadual nos últimos anos.

Em 2014, inclusive, Atlântico e Assoeva chegaram a decidir o título do Estadual. A equipe erechinense terá ainda dois treinos nesta sexta-feira. Nesta quinta, os jogadores trabalharam na parte da tarde.